Doenças sexualmente transmissíveis!

13 Mar 2018

Sexo desprotegido e a suas consequências! 

Muito já foi falado sobre o assunto é quase o "ABC" do sexo, mas ainda assim é sempre importante reforçar a ideia, principalmente para blogs como este, inseridos em sites que anunciam prestadores de serviços de cariz sexual!

De facto pode parecer mentira, mas em pleno séc. XXI ainda existem homens que recorrem aos serviços de profissionais do sexo e pedem serviços sem recurso à utilização do preservativo, ignorando os riscos que essa decisão possa causar.

DST (doenças sexualmente transmissíveis) são transmissíveis pelo sexo vaginal, anal mas também pelo oral! Se é alergico ao látex, isso não é desculpas! Em caso de alergia, existem preservativos sem látex e de diferentes tipo, tamanhos, sabores e espessuras.

Alguns exemplos de DST:

DST mais comuns transmitidas através do sexo oral: herpes, clamídia, gonorreia e sífilis. Tenha em mente que também é possível contrair doenças como a Hepatite A, B e C, assim como outras infeções gastrointestinais.

DST mais comuns transmitidas através do sexo oral e vaginal: gonorreia, clamídia, sífilis, Hepatite B, HIV, herpes.

Como indiquei, estas são as mais comuns mas existem ainda muitas outras até mais recorrentes, mas facilmente tratáveis como o caso da candidíase, ou mais graves como o vírus do papiloma humano que em casos raros poderá dar origem ao cancro do colo do útero.

E engane-se quem pensa que só acontece aos outros, ou que é saudável. Alguns vírus não são detetáveis em exames comuns são necessários exames específicos como é o caso do vírus do papiloma humano, só detetável através de consulta de urologia ou do Papanicolau, no caso das mulheres, o vírus poderá não revelar sintomas durante anos, quando detectado poderá ser tarde demais!

Proteger é a palavra de ordem!

Share


Artigos Recentes